3 etapas essenciais para começar uma AgTech

AgTech é o termo usado para denominar startups com soluções voltadas para o agronegócio. 

Um país mundialmente conhecido pela agricultura e pecuária, como é o caso do Brasil, é um território exemplar para explorar o crescimento dessas tecnologias

Para começar uma startup, o primeiro e mais importante passo é ter uma solução. Se você tem uma ideia revolucionária para um campo específico, você pode começar seu negócio. 

Cada vez mais, a demanda pela modernização nos campos cresce e mais produtores procuram tecnologias que possam facilitar o dia a dia e gerar valor. 

Atualmente, essas soluções já existem em diversos campos da agricultura e pecuária, confira a seguir algumas dessas tecnologias. 

Soluções para o Agro

Você conhece soluções tecnológicas voltadas para o agronegócio atuantes no mercado? A verdade é que existem inúmeras startups com esse propósito.

 Conheça algumas dessas soluções: 

Agorigem 

A Agrorigem é uma plataforma online de vendas de cafés especiais que oferece direto do produtor várias opções de perfis de cafés, todos com rastreabilidade, origem garantida, história, fotos e informações completas sobre o lote disponível, garantindo que as negociações sejam feitas com mais segurança, transparência e confiabilidade para todas as partes. 

Btracer

A Btracer possibilita a rastreabilidade da cadeia produtiva através do registro blockchain, uma tecnologia que vem se popularizando por ser um tipo de livro contábil compartilhado e imutável que facilita transações e rastreamento. Ou seja, o produtor pode registrar e acessar todas as movimentações do produto desde a origem até o consumidor final.

CertifiCafé

A CertifiCafé oferece uma solução de ótimo custo-benefício para produtores de café de qualquer tamanho, que possibilita a certificação simplificada e muito mais barata para que possam acessar novos mercados e melhorar sua lucratividade. 

Comprador Moderno

A proposta dessa startup é um misto de serviço e tecnologia, que promove a consolidação dos volumes dos associados para uma compra de forma coletiva e mais econômica. Ou seja, o objetivo é a rentabilidade do produtor, reduzindo custos em compras de insumos agrícolas.

Verde Drone 

A Verde Drone é uma plataforma digital que permite a contratação de pilotos de drone sob demanda para atuarem em serviços do campo. As soluções oferecidas são de mapeamento aéreo, pulverização e controle biológico. Além disso, a Verde Drone conta com o Hub de pilotos, o que garante a rentabilidade e conecta os serviços aos produtores mais próximos.

Gis

O Gis é um software de gestão que interage com as necessidades dos sindicatos rurais. Contempla funções como backoffice, gestão financeira, possibilita a extração de relatórios para análise de custos e conciliação bancária. Além de áreas específicas voltadas para registro de documentos e status dos associados. 

Todas as soluções acima foram originadas de uma ideia revolucionária para o Agro e promovem a transformação digital do agronegócio. 

Saiba a seguir como é possível que uma ideia se torne um negócio de sucesso. 

3 passos para abrir uma AgTech

Se você já tem uma proposta para a criação da sua startup, é necessário seguir alguns passos para garantir que seja um investimento promissor. Confira: 

  1. Valide e descubra se sua ideia é viável

Crie um quadro de visão do seu produto, ou seja, sua solução. Assim, você conseguirá organizar sua proposta, criar uma estratégia para torná-la prática, registrar as pesquisas sobre o mercado e o segmento que você deseja atuar. 

Nessa fase, toda pesquisa é válida. Você pode usar números e estatísticas ou até mesmo conversar com o seu público-alvo para compreender se sua solução resolve alguma dor. A partir desse momento será fácil identificar e registrar sua visão, público-alvo, dores, produto e valor agregado. 

Mas como validar? Simples, teste a solução com o público-alvo e avalie se o resultado é satisfatório e viável. 

  1. Tenha um modelo de negócio bem estruturado

É nessa fase que você vai, de fato, compreender como seu negócio irá funcionar. O modelo de negócio deve detalhar minuciosamente tudo que deve ser feito em itens para que sua startup comece, como será a rotina para mantê-la e os passos para seu crescimento. 

Registre os investimentos necessários, seus objetivos, desafios, metas e tudo que for pertinente. 

  1. Compreenda as leis e resolva as burocracias iniciais

As leis para startups existem assim como para qualquer empresa. É de suma importância que você compreenda como elas funcionam para garantir que nenhum erro seja cometido e que sua startup seja regularizada.

Após esses passos, o trabalho apenas estará começando. É necessário também avaliar os riscos, gastos e burocracias que você vai enfrentar. Mas, o mercado AgTech cresce cada vez mais no Brasil e boas ideias geram grandes oportunidades. 

Saiba mais sobre este assunto seguindo a NovoAgro no instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.